6 de abr de 2009

Segunda-feira braba..

Segunda-feira. Chego e vejo que o MUDI está muito sujo. Uma loucura: sexta estava de atestado, sábado não vim fazer hora-extra e domingo caiu um toró. A calçada da frente cheia de folhas e galhos, e ainda por cima alguém entrou com uma caminhoneta até à entrada, e deixou tudo sujo de barro (isso porque há uma semana eu lavei toda a calçada com a "supermáquina", pra língua nenhuma botar defeito).



Muito bem: meu nome = trabalho, sobrenome = escravidão! Lá vou eu esfregar aquelas manchas de barro, lá vou eu catar todo o lixo das árvores e tudo mais o que o homem deixa pelo caminho... lerê lerê... 60 m2 de calçada bruta....



... e quando finalmente estava no final, nas últimas marcas de sujeira, e quando todo o lixo já havia sido recolhido... tcharam!! Eis que chega ele: o famoso Faustão (até então desconhecido para mim), e diz que vai cortar a grama.... CORTAR A GRAMA = MUITA SUJEIRA!!!



"Eu to acabando de lavar, tava muito sujo.." .. "é rapidinho, nem vai fazer muita sujeira..."


15 min depois..... O CAOS!!!!!! UM LIXO!!! Não vai fazer sujeira? A calçada, ainda molhada, ficou coberta de grama. Cobertinha da silva!!!!!! E ele não se deu o trabalho nem de varrer!! Todo meu trabalho foi em vão!!!!!!!!!!!!!!!!



Nessas horas dá até vontade de esquecer de alguns princípios e......kkld#%¨&f#$$h¨&*!


E ele ainda vem dizendo, todo sorridente: "pode lavar, agora...."


3 comentários:

Uma aprendiz disse...

Ô dó.

Trabalha,homem de Deus. kkkkkkkkkk

amanhã vai ser mais maneiro, faça fé.

bj

Wesllão F. S. Nogueira disse...

Obrigado, creio nisso.

Wesllão F. S. Nogueira disse...

Só pra complementar... eu disse "não vou lavar,não! Já lavei"

E ele disse: "tô nem aí... tô indo embora.."

`0`