25 de dez de 2009

Amigo, Feliz 2010!

Se você está recebendo esta mensagem, digo-lhe que se sinta muito especial, pois você faz parte do seleto e especial grupo de pessoas que eu sinto orgulho de chamar de amigo e que carrego comigo, sabendo que posso contar nos momentos de dificuldade e me coloco a sua disposição para quando você precisar.

Quando você estiver pensando em como foi o ano de 2009, torço para que o saldo seja positivo, que você tenha amado e vivido boas sensações em uma proporção imensamente maior do que os sentimentos negativos, e que os amigos que você possa contar ao final deste ano sejam em número e qualidade muito maiores do que quando você iniciou o ano.

E para 2010, que você alcançe suas metas justas, que tenha bons amigos, dinheiro e seja capaz de dar o que você tem de melhor para as pessoas que passarem por sua vida.

Estas são algumas das palavras que poderia desejar para você, e que em 2010 este laço de amizade que existe entre nós, possa continuar sólido, para que sempre nos lembremos um do outro como bons e fiéis amigos!

Forte abraço

(texto: e-mail enviado por um amigo)

23 de dez de 2009

Rever conceitos...

Estou um pouco confuso...
precisando descobrir algumas coisas,
talvez quem realmente eu seja...

Às vezes tomamos algumas atitudes
das quais nos arrependemos depois
(como escrever isso aqui, por exemplo) ;
mas sabemos que se não tivéssemos feito aquilo,
ficaríamos para sempre com vontade de fazer.

22 de dez de 2009

Never Bow Down - Third Day

Hj encontrei uma música que há muito tempo queria encontrar. Ouvi num CD que uma amiga me emprestou há quase 4 anos atrás, e que fez eu me apaixonar por Third Day. Como era uma coletânea que um terceiro fez, ninguém sabia a procedência nem o nome da música. Mas aí está ela:



NEVER BOW DOWN

Take me from my home
Drag me with the tether
Tell me it's all wrong
The things I've always known
Instill in me all that you think
Will make all of us better
Do just what you want
It matters not to me

I will never bow down
though I know I will be saved from the fire
I will never compromise
All that I have and everything I hold

Call us all around
To show us what you have made
Command us all to fall
When the music starts to play
And everyone from everywhere
Will show you their allegiance
But the child of God
Will faithfully stand tall

Filme: To save a life


Me interessei por este filme. Talvez porque eu me identifique um pouco com a situação vivida pelo protagonista.

Sempre repensamos valores quando acontece algo assim em nossas vidas...
A natureza sempre me surpreende: voltei lá na sala de física, onde estão os passarinhos no ninho e... eles não estão mais no ninho.

Estão voando pela sala! Cara, cresceram muito, a ponto de eu confundi-los com os pais. Dez dias atrás, não tinham sequer penas, e mal podiam abrir os olhos, e agora já estão voando!

21 de dez de 2009

Os suicidas

Uns passarinhos fizeram um ninho em um ar condicionado aqui do Mudi. Já faz tempo que vejo eles entrando por um buraco no vidro, e sempre encontrava sujeira lá perto do ar.

O problema é que agora os filhotes nasceram, e já conseguem se movimentar. Daí, quando a gente liga o ar, acho que eles se assustam... e pulam pra baixo!!! Tipo: suicidas! Como são inocentes!

Pegamos uma escada e os colocamos de volta, mas não adiantou e eles pularam de novo. A solução foi montarmos um ninho artificial, senão todos "acabariam" morrendo. Dois morreram, dois sobreviveram.

Aí está: a mãe (ou pai, sei lá), junto ao ninho montado. Levou um tempo mas ela localizou os filhotes e está tratando deles normalmente.

Aqui, os sobreviventes. Quero ver quando começarem a voar!!

Porque eu sou crente




O melhor é a letra das estrofes!

16 de dez de 2009

Está acabando um ano marcante...

O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.



O ano de 2009 vai fica na minha memória como um ano diferente de todos os outros vividos até então. Novos amigos, novos relacionamentos, crescimento pessoal. Trabalho, estudos, ministérios. Obrigado a todas as pessoas que fizeram de 2009 um ano sem igual na minha vida. Agradeço a Deus por cada um de vocês, e por cada situação que vivi.

Abraço especial a:
> pessoal da célula
> pessoal da CEU
> pessoal da UEM e do MUDI

7 de dez de 2009

Acabou o campeonato.

Em meus 21 anos de existência, não me lembro de ter visto o Flamengo ganhar nada de significativo. Muito pelo contrário, sempre tive o rubronegro carioca como um time cansado, sem brilho, sempre na zona de sofrimento.

Nem entendo o fato de um ou outro amigo meu torcer pra ele. Vai ver que é porque o pai incentivou, e tudo mais.

Ontem eu estava na casa de um amigo, numa reunião do Projeto de Ambiental quando acabou o jogo. E a gente nem sabia quem havia vencido. Alguém disse: "Deve ter sido o Flamengo o campeão. A gente nem ouviu muitos rojões, já que no Paraná tem poucos flamenguistas."

Fato. Mas o que falta em flamenguistas sobra em corintianos, palmeirenses, são paulinos e blá blá blá. Não vou entrar nessa discussão enfadonha de novo, de que paranaense tem que torcer pros times da casa. Aliás, vou sim.


Olha, que maravilha, ONTEM O CORITIBA FOI REBAIXADO!


uHuulllll! Mais um timezinho paranaense na SEGUNDONA!

Que maravilha, né!!

Mas o melhor de tudo foi o que aconteceu lá no Couto Pereira! Vejam só:


Que torcida hein! Que espetáculo!!!


Entenderam agora porque eu não torço pra nenhum time? Pra quê? Pra sofrer a vida toda almejando um titulozinho daqui a 20 anos, ou pra participar da destruição do estádio e do meu semelhante quando meu time cair pra segunda divisão?

**

QUE DECEPÇÃO! O futebol do Paraná é uma droga! Ser torcedor, no Paraná, é uma droga! Isso, vamos todos torcer pros times paulistas e cariocas, vamos formar legiões de flamenguistas e são paulinos!!

É por tudo isso, e um pouco mais, que não torço pra ninguém...


Eu já posso ver o dia em que o Paraná não vai ter nenhum time na primeira divisão. Mas quem liga? O máximo que pode acontecer é Curitiba (no máximo!) ser incendiada, e depois aquele conjunto de gatos pingados que se diziam torcedores do coxa e do furacão migrarem para... para onde mesmo?? "Salve o tricolor paulista...!" "Uma vez flamengo, sempre flamengo...."


Ah, só pra fechar com chave de ouro este momento, vale lembrar que o Grêmio Maringá está se "reorganizando". Parece até que já marcou amistoso com o Boca Juniors, da Argentina.


Olha gente! Quem sabe dessa vez, hein???

huahuahauhuahauh


Quer saber, já gastei tempo demais falando sobre isso..

3 de dez de 2009

Cuidados para a pele masculina no verão

Os homens começaram a perceber que os cuidados com a beleza além de trazer bem estar são uma questão de saúde. As necessidades da pele masculina são diferentes das da feminina.

A pele do homem geralmente é mais oleosa e com o tempo quente aumenta a sudorese (transpiração), o que favorece a infecção por fungos, foliculites (pelos encravados) de barba, tórax e coxas, e miliária (brotoeja). "Os cuidados com fotoproteção e o uso de roupas leves em tecido natural (algodão) ajudam a prevenir essas complicações", explica o dermatologista Agnaldo Augusto Mirandez.

Ele recomenda que o homem faça diariamente uma limpeza com sabonete ou loções para remover impurezas e excesso de oleosidade, com produtos adequados para o tipo de pele, além de usar filtro solar diariamente nas áreas expostas ao sol. Para o médico, é importante ainda fazer esfoliação uma ou duas vezes por semana para remoção das células mortas das camadas mais superficiais da pele, o que evita a obstrução dos poros, e o uso de tecidos naturais, mais adequados ao calor.

27 de nov de 2009

Um dos motivos porque eu não bebo


É nojento, só veja se seu estômago for forte!

E se você não sabe se ele é, pode descobrir agora!

A importância do cafezinho

Dois leões fugiram do Jardim Zoológico.


Na fuga, cada um tomou um rumo diferente. Um dos leões foi para as matas e o outro foi para o centro da cidade. Procuraram os leões por todo o lado, mas ninguém os encontrou.

Depois de um mês, para surpresa geral, o leão que voltou foi justamente o que fugira para as matas. Voltou magro, faminto, alquebrado. Assim, o leão foi reconduzido a sua jaula.

Passaram-se oito meses e ninguém mais se lembrou do leão que fugira para o centro da cidade, quando um dia, o bicho foi recapturado. E voltou ao Jardim Zoológico gordo, sadio, vendendo saúde.

26 de nov de 2009

Bola Rádio 3.0

Se liga aí no som da BolaRádio. Muito bom, som de qualidade.

Em dois canais: Worship e Extreme (sons mais pesados)!


*
Realmente hoje estou cansado, indisposto.

Tinha um turbilhão de ideias pra descrever meu quadro psicológico, mas parece que a inspiração vai embora tão rápido oscila meu ânimo.


Me sinto mal. Não quero falar sobre isso. Talvez de nada adiantaria; continuo sem entender muitas coisas. Talvez ninguém jamais entenda o que se passa dentro de mim. Espero que um dia eu entenda, e finalmente compreenda por que tudo deve ser assim: porquê sinto isso, porquê penso isso.

Às vezes olho só pra mim, e sou levado a crer que sou uma grande farsa. Esse talvez seja o meu erro: olhar só pra mim.

O fato é que não entendo; queria respostas plausíveis... Mas não quero falar sobre isso com ninguém.

*

20 de nov de 2009

Pastor, eu sou gay!

Por Pr Vinicius - Pastor Batista-
via Pensar e Orar

– Pastor, eu sinto atração é por homens, não por meninas!

Fred tinha apenas 16 anos quando disse esta frase para mim. Sentado à frente da mesa do gabinete pastoral, por mais que toda a congregação sempre achasse estranho o jeito meigo e delicado de Fred, ele estava na igreja desde o nascimento. Ninguém, nem mesmo eu, acharia que isto fosse possível. Por alguns segundos, que pareceram horas, enquanto me refazia do susto, por minha cabeça passou como um filme em fast forward desde o dia em que apresentei aquele bebê a Deus.

– Bem... É... É... – Eu não sabia o que dizer. Eu não estava pronto para isso.

É muito fácil atacar o homossexualismo no púlpito, mas quando me vi diante de um jovem, dizendo o que disse, em meu gabinete pastoral, confesso que tremi por dento.

19 de nov de 2009

Tenha sucesso tendo um bom coração!


Muitas pessoas querem ter sucesso na vida, mas andam na contramão de direção. O sucesso não é apenas profissional e financeiro, mas em todos os campos que compõem a nossa vida.

Ter amigos, uma família, um ministério, um relacionamento com Deus, um bom trabalho, segurança e equilíbrio emocional não deve ser um privilégio.

Tiago, o escritor, registra uma lição importante: "O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos" (Tg 1.8).

A palavra é dura, mas é verdadeira. Como ter sucesso em todos os caminhos se não controlamos os nossos desejos? Se não temos firmeza em nossos objetivos?

Muitas pessoas querem ter tudo e, por isso, não têm nada. Há um ditado que diz: "é melhor ser feliz com o pouco que tenho, do que infeliz tentando alcançar o que não tenho.'

Uma pessoa dobre, ou seja, fingida, desleal, traiçoeira, enganosa, duas caras, fútil ou que vive em ilusões, não tem firmeza naquilo que faz. Logo, o resultado é o fracasso.

Controle seu coração, pois ele é enganoso e corrupto, mais que todas as coisas (Jr 17.9).

Que Deus ilumine os nossos corações para que tenhamos sucesso em todos os nossos caminhos!

Blog do Pastor Luciano

17 de nov de 2009

Um meteoro na Terra???


Não! Não foi um meteoro que caiu na Terra!!! Essa é apenas mais uma das crateras no asfalto da Universidade Estadual de Maringá!



Alguns chegam a meio metro de diâmetro. Perfeito para acabar com pneus e sistemas de amortecimento dos carros. Sem falar da arapuca que é para os ciclistas e motociclistas, que correm o risco de se estabanar no chão.


16 de nov de 2009

HUMOR MÓRBIDO


Desnecessário?

Essa é a Estrela


Está crescendo depressa!! Já faz quase um mês que está em casa!

Servindo de modelo



(Salmos. 37: 5) - Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.

Cuide de seus pensamentos; eles se transformarão em palavras.

Cuide de suas palavras; elas poderão se transformar em ações.

Cuide de suas ações; elas poderão criar hábitos.

Cuide de seus hábitos; eles mostrarão o seu caráter.

Cuide de seu caráter; ele guiará você a seu destino.

Nunca se esqueça de que sua vida é observada.

Muitos sofrerão influência de suas atitudes.

Alguns aprenderão a amar ao ver o seu amor e alguns se fecharão em mágoas e
rancores se for essa a sua maneira de viver.

Alguns estarão cantando em suas janelas se você, ao passar pela rua estiver sorrindo e alguns trarão em seus semblantes a mesma tristeza que caracteriza a sua existência.

Quando o nosso coração vive remoendo pensamentos negativos e desesperançosos, a nossa boca só sabe proferir queixas e murmurações, achamos que tudo e todos estão errados, que não vale a pena lutar, que não há solução para os problemas, que o melhor é apertar a campainha da vida e pedir para sair.


Não conseguimos ver o sol que ainda brilha, as flores que continuam perfumando os jardins, os pássaros cantando em orquestras afinadíssimas.

Só percebemos os raios e trovões de esporádicas tempestades.

Quando cuidamos de nossas vidas, colocando-as no altar de Deus, nossos pensamentos são transformados, nossas atitudes iluminam os ambientes, nossas palavras enchem de gozo os corações mais abatidos.

Se Cristo governa nossas vidas, as queixas dão lugar a cânticos de louvor e adoração, as
murmurações são trocadas por braços levantados e profunda gratidão ao Salvador que por nós se entregou na cruz.

Se você continua indiferente aos que lhe observam, se seus amigos não podem encontrar nada de bom em sua maneira de viver, peça a Deus que lhe transforme, pois, não apenas seus amigos ficarão satisfeitos, você viverá muito melhor.



Conversando com Iavé

13 de nov de 2009

Biblioteca da UEM informatizada. E daí?


O sistema manual de empréstimo de livros através de carteirinha está sendo substituído por um sistema informatizado. Toda vez que um aluno empresta um livro, o sistema emite dois tickets, um para o aluno levar, e outro que fica armazenado (sabe-se lá onde) na BCE. Esse sistema já é usado em faculdades particulares.


Pergunta: ninguém pensou no MEIO AMBIENTE na hora de implantar este sistema? Fico imaginando a quantidade diária de tickets emitidos... milhares!!

Pra onde vai tudo isso? E a limpeza do campus? Ou eles realmente acham que todo estudante é educado o suficiente para jogar esses tickets no lixo?


E a SUSTENTABILIDADE? Helloooooo! A UEM não dá conta nem do material sólido reciclável que é produzido diariamente, sendo a atuação do Pró-Resíduos insuficiente!

Francamente, nada como o bom e velho sistema manual.

9 de nov de 2009

Am I ready now?

Ouvir a música do Desperation Band, "Ready Now", só me fez consolidar ainda mais meus pensamentos ontem à noite:



Estamos prontos?
Prontos pra quê?

Sim, porque é muito fácil falar em fazer, traçar rotas, acreditar no amanhã maravilhoso que está por vir. Mas muita vezes nos decepcionamos, seja por culpa nossa, ou por culpa de outrem.

O fato é que todos somos falhos, e precisamos uns dos outros para caminharmos em segurança. A Bíblia nos diz que é melhor andar em dois que andar sozinho. Juntos, ajudamos um ao outro a carregar nossa cruz.

Às vezes me decepciono com o ser humano. Por que erra tanto? Por que vacila assim?

Acho que tudo depende de propósitos, objetivos. Se resolvemos seguir a Cristo, é porque estendemos o plano da salvação, e que isso não deve ficar enclausurado dentro da gente, mas sim se espalhar para aqueles que amamos. devemos levar o amor de Cristo ao mundo.

Me lembro perfeitamente do dia em que uma amiga muito próxima me disse, numa conversa franca, que nunca tinha visto eu me disponibilizar pra nada; que eu nunca tinha tomado iniciativa de fazer alguma coisa. Na hora fiquei bravo, mas com o tempo reconheci que era verdade. Hoje sei que muita coisa depende de mim, e por isso me disponho, neste momento, a não ser mais um entre a multidão. Não que eu seja o cara, mas acho que o tempo de brincar de ser crente já passou.

Quando era menino, fazia coisas de menino, mas hoje....

Ademais, é como aquela história de COMPROMETIMENTO e ENVOLVIMENTO, que uma amiga até postou no blog:

Você está realmente comprometido com aquilo que faz? Ou simplesmente está envolvido. Eu gosto sempre de ilustrar citando o exemplo do café da manhã dos americanos que é composto de ovos, bacon e presuntos. Dois animais participam desse café da manhã; a galinha e o porco. A galinha cede os ovos e continua viva – ela está envolvida. Já o porco cede o bacon e o presunto e para isso dá a sua vida – e está comprometido com o café da manhã dos americanos.

Se comprometer com aquilo que faz, é se doar de corpo e alma. É mergulhar de cabeça e dar o seu melhor, seja no trabalho, num relacionamento ou qualquer coisa que faça. Se envolver, significa apenas fazer por fazer, sem nenhuma vibração. Analise a sua vida e veja que tudo aquilo em que você está comprometido 100% está dando certo. E aquilo em que você está apenas envolvido não está indo muito bem. Faça a comparação. O interessante é que queremos os melhores resultados, ma não envidamos todos os esforços necessários.

Esquecemos que todo resultado é proporcional ao esforço dispendido. Veja ao seu redor, quem é comprometido e quem está envolvido apenas. Seja no trabalho, na vida pessoal ou nos esportes, o comprometimento faz a grande diferença.
Quer testar o seu nível de comprometimento na vida? Responda a pergunta: Será que estou fazendo tudo o que posso pelo meu trabalho, pela minha empresa, pela minha família e pelos meus objetivos? Responda sinceramente.

27 de out de 2009

Não vai ter mais NIKO.


E eu que pensava que meu fim de ano ia bombar, já tive que cancelar a viagem pro Rio (da qual estaria voltando hj), e agora o NIKO foi cancelado, já que não teve quórum.

Em tudo dai graças.

23 de out de 2009

Marley e eu


Muita correria por esses dias:
*trabalhar/estudar para as provas
*a moto que quebra e tem passar a noite no mecânico
*reunião da CEU na quarta e na sexta à tarde
*reunião da PCEU na quinta
*reunião do Projeto de Ambiental na sexta à tarde
*trabalho e prova de Administrativo na sexta à noite
*célula no sábado à tarde
*casamento do Tom no sábado à noite (e tenho q cortar o cabelo de manhã)
*concurso p/ estagiário da Justiça Federal no domingo de manhã
*prova de Penal na segunda à noite
*provas, provas, trabalho, reuniões, compromissos...

E em pensar que era pra eu estar no Rio agora. Ainda bem que não rolou, senão boa parte desses compromissos seriam abortados.

CELULANDO


uHull! Nossa 3º PCEU realizada no bloco D-34 e parece que o negócio vai andar. A PCEU é tipo uma célula da Comunidade Evangélica Universitária, que começamos a fazer faz 3 semanas. As duas primeiras não contaram com a participação de muitas pessoas, mas depois de uma choradinha do Junior, ontem "nossa" PCEU bombou! E não apenas por causa da quantidade de pessoas, mas por tudo o que aconteceu, pela testificação do Espírito Santo. Acho q vai ser preciso aumentar um pouco o tempo, 20 minutos é muito pouco.



A célula lá da Igreja está começando a caminhar. Visar pessoas de fora é o essencial, senão nada terá valor.

Pois debalde se estende a rede à vista de qualquer ave. Pv 1. 17

16 de out de 2009

O Estado e a saúde pública

O Estado suprirá todas as necessidades do contingente populacional protegido em seu âmbito. Assegurará a todos condições mínimas de salubridade, tal como água tratada, dignas condições de saneamento básico, acesso irrestrito ao sistema de saúde e garantia de uma prolongada expectativa de vida... Seria até poético, se fosse verdade. O que se apresenta, na realidade, é um quadro bastante distinto desta ainda utópica conceituação de assistência estatal.


Mas, é certo, não podemos generalizar esta questão. Falemos então quanto aos Estados mais pobres. Ao Estado brasileiro, stricto sensu, está incumbida a tarefa constitucional da prestação, à população, dos direitos e garantias fundamentais a ela inerentes. Claro nos está que a saúde pública enquadra-se no rol destes assegurados “benefícios”.


O fato é que nem tudo está como deveria. Rotineiramente podemos ouvir notícias através dos veículos de comunicação que ditam exatamente a carência que o povo brasileiro sofre de saúde. O contato com tal realidade torna-se físico quando precisamos, pessoalmente, dos serviços oferecidos pelo Estado. O que notamos, desta forma, é uma bruta falta de recursos e, conseqüentemente, de operações; o sistema único de saúde perece, e perecem juntos aqueles que dele dependem.


É lamentável que o direito à vida, consagrado pela Magna Carta, seja tratado de tal maneira. É lamentável vermos filas com um número incomensurável de pessoas esperando por uma consulta médica. É inconcebível percebermos a aviltante quantidade de cidadãos hospedados nos corredores dos hospitais públicos, sem nenhuma discrição e sem espaço para reivindicação. Mas e a dignidade da pessoa humana? Como, então, falar em direito à intimidade em circunstância tão degradante, em que pacientes repousam durante dias em condições adversas de hospitalidade?


Esperar meses por exames, ou até anos por uma consulta com um especialista é, em muitos casos, algo que está além da faculdade vital humana. Muitas vidas se perdem pela incapacidade hospitalar, clínica e ambulatória encontrada em casos de necessidades. Muitas pessoas perdem suas vidas nas filas dos hospitais ou mesmo em casa, esperando por um telefonema em que lhe comuniquem o aparecimento de uma vaga para exame.


Quando falamos nas regiões mais pobres do país, a situação se agrava ainda mais. Exemplo típico são as pequenas cidades do sertão nordestino, situadas no interior de seus Estados (as províncias). Caso recente no noticiário foi o de um homem que quase perdeu sua vida pela ausência, na sua região, de médico cardiologista que lhe socorresse. A junta médica especializada se concentrava na capital do Estado, a centenas de quilômetros do interior abandonado. Cidades como essa não possuem estrutura mínima de saneamento básico, como água tratada e sistema coletor de esgoto. Isso dificulta a prevalência de uma saúde estável, uma vez que predominam doenças causadas por verminoses e outras do ramo nutricional, aumentando a porcentagem de mortalidade infantil, e freando a expectativa de vida dos mais velhos.


As unidades de saúde, tanto maiores quanto menores, em escala hierárquica, sofrem com a falta de profissionais capacitados, e o que se vê, muitas vezes, é a aplicação de uma maciça carga de trabalho sobre o ombro de poucos profissionais, o que aumenta a deficiência do sistema. Em muitos casos, o paciente é vistoriado apenas por enfermeiros, não alcançando o diagnóstico necessário oriundo de um médico. Nestes casos, habitualmente, um simples “paracetamol” é a saída, o que acaba por negligenciar a real situação clínica do paciente, podendo lhe causar até uma piora repentina.


É fácil observar que a demanda populacional pela saúde é maior que a oferta da mesma pelo governo. As entidades públicas prestadoras deste serviço têm ação restrita: ora pela falta de verbas ou equipamentos, ora pela excessiva carga humana demandante do serviço. Vale aqui citar o trabalho realizado pelo LEPAC, o laboratório da Universidade Estadual de Maringá, que lida com estudos e pesquisas em análises clínicas, oferecendo a realização de milhares de exames mensais e atendendo um aglomerado de centenas de pessoas por dia – não só de Maringá, mas de toda a região noroeste do Paraná.


Quanto à capacidade orçamentária do brasileiro, a Constituição Federal nos apresenta translucidamente a competência do salário mínimo. Nem tão transparente nos é a realidade: suprir as necessidades vitais básicas individuais e as de sua família, dentre elas moradia, educação, alimentação, higiene, transporte, previdência social e saúde, é algo praticamente irrealizável. A renda ínfima que sustenta milhões de brasileiros é absurdamente incompatível com os custos provenientes do acompanhamento médico e farmacêutico, quando reclamados juntos à iniciativa privada. Basta acompanhar o ritmo de vida que as pessoas mais pobres levam para se averiguar a impossibilidade de arcar com tal ônus.


A iniciativa privada hoje, aliás, desempenha importante função na sociedade. Apesar de grande parte da população não ter acesso a ela, muitos convênios são firmados entre as mesmas e empresas empregadoras de mão-de-obra, assim também para com o governo, que se utiliza de seus serviços para suprir a inexistência de órgãos públicos de saúde competentes para determinadas funções. Logo, pode-se conceber que tais usuários de serviços privados pagam duas vezes pela saúde: os impostos recolhidos pela rede pública mais a contribuição concedida à empresa privada.


Ademais, muitos profissionais da saúde são atraídos para trabalhar no campo privado, devido às melhores condições de labor e retribuição salarial superior àquela oferecida pelo Estado. Essa é uma das causas da imensa deficiência no quadro de funcionários do sistema único de saúde. Essa falta, acrescida ao excessivo número de demandantes, leva a saúde pública a uma situação de crise.


Pensando nesta situação, uma das saídas encontradas pelas autoridades da Secretaria Municipal de saúde de Maringá está sendo a criação de mutirões, visando diminuir sensivelmente as filas de espera por especialistas. O primeiro realizado foi com profissionais da oftalmologia quando, em parceria com o SUS, os médicos devidamente capacitados atenderam em seus consultórios pacientes necessitados. Os próximos mutirões previstos são de ortopedia e dermatologia, sendo esta última a detentora de um dos maiores números de arrolados para consulta.


A primeira experiência foi satisfatória, mas permanece a dúvida quanto às posteriores, por se tratarem de ramos da medicina que, muitas vezes, exigem tratamento prolongado. Assim, uma simples consulta, sem a continuidade cabida, seria quase que inútil.


Mesmo que haja sucesso com as medidas mencionadas, ainda restarão inúmeras brechas no sistema a serem tapadas. Como último exemplo vale citar, falando em Maringá, da atuação de profissionais da Urologia na rede pública. Atualmente, o SUS conta com um único médico para lidar com os enfermos, que soma seguramente, em toda região, mais de quinhentas mil pessoas. Um outro profissional do ramo atua apenas com os casos mais graves, relacionados ao câncer de próstata, e ainda assim dedica cerca de quatro dias por mês para tal.


Não caberia aqui discutirmos sobre a falta de ética ou não dos médicos que abrem mão da excessiva demanda da rede pública para atuarem em ramos privados. Tal questionamento refere-se ao Estado, que oferece baixos salários e condições desfavoráveis de trabalho para tais profissionais, condenando assim o SUS a um descaso quase que total.


Concluindo: a situação é realmente preocupante. E é difícil falar em direitos sociais mediante quadro social deplorável. E ainda ficam dúvidas no ar quanto à origem do problema: incompetência administrativa? Falta de recursos? Afinal, para onde vão, e como são aplicados, no caso concreto, os recursos do orçamento da seguridade social, obtidos mediante ação tributária da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios?


A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas. Literalmente, maravilhoso; na prática, uma vergonha.

_


Escrevi este texto há um ano e meio, para o extinto jornal do CA de Direito, “Iuris et de Iure”. Até hoje não sei porque, mas foi cortado na última hora.

A propósito, hoje o SUS de Maringá não conta com NENHUM urologista. Quem estava na fila para dermatologista naquela época, provavelmente ainda não foi atendido.

9 de out de 2009

Um site pornô cristão?

Encontrei um site bacana acerca de sexo e Igreja. Ainda não pude ver tudo, mas a princípio recomendo.

Falar de pornografia e sexo antes do casamento não é fácil. Esse é um lugar onde há liberdade. Bom, só vendo pra saber. Antes, veja a postagem abaixo.

O site é SexxxChurch


Um dado deles: "De 100% dos usuários da internet 42.7% são freqüentadores de sites pornográficos e conteúdos co-relacionados"

:/

Vamos fazer sexo virtual? É gostoso demais!

É impressionante o número de cristãos sinceros que são atingidos pela febre digital de consumo de sexo. Já perdi a conta de quantos relatos ouvi e de quantas pessoas tiveram sua vida sexual destruída por conta disso. Tudo começa como uma diversão, olha um site aqui, vê um filme ali, até que se entra em salas de bate papo e se começa a assumir uma outra identidade, a de prostituto(a) virtual.

As pessoas começam a liberar seus instintos mais primitivos e colocar para fora suas fantasias mais bizarras. Quando você para pra olhar ao redor, não sobrou mais nada, virou vício, e o camarada está trocando uma boa noite de amor com sua mulher por um momento de masturbação em frente ao monitor.

7 de out de 2009

Banda Resgate em Maringá!

Há muitos anos que a Banda Resgate não vem a Maringá. Tenho uma amiga que disse que, quando ela era pequena, eles vieram. Mas sua mãe não deixou que ela fosse, dada sua pouca idade; e que só iria quando fosse um pouco maior. Pois bem, ela cresceu, e eles nunca mais voltaram.

Gosto muito das músicas deles; é como se fugissem ao padrão. Sem falar que eles fazem parte da origem do movimento rock-gospel, que se iniciou a uns vinte anos atrás, no Brasil. Uma das músicas que selecionei para tocar no blog é deles: "O Meu Lugar".



2 de out de 2009

Rio 2016, eh nois mano

Deu RIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/\0/


:D

1 de out de 2009

Bye, RIO

É, parece que a minha viagem pro Rio foi por água a baixo. É que um amigo meu vai se casar bem na data da viagem, e aí não tem como deixar ele na mão.

Eu estava muito a fim, mas fazer o que né; o que a gente não faz pelos amigos??

Acho que vai demorar um pouco pra viajar pra "Cidade maravilhosa". Na verdade não sei se é tão maravilhosa assim, e vai demorar um pouco pra saber.

Aliás, amanhã sai o resultado da cidade que sediará as Olimpíadas de 2016. Será que dá Rio?? Sou a favor, pelo menos assim o mundo vê como estão nossas cidades, e o governo se esperta pra investir mais em saúde, educação, moradia, emprego e blá blá blá... Posso acreditar nisso ou é conto de fadas??


*

Vocapeople



Pense duas vezes antes de dizer que vc não é capaz de alguma coisa.

29 de set de 2009

O Terminal

Quinta-feira, 24/09/2009.

Pela manhã deixo o meu serviço para ir fazer uma entrevista numa grande empresa. Era uma vaga de estágio, e a empresa fica quase fora da cidade.

Cheguei lá era 9h30 da manhã. Guardei a moto no estacionamento, fui conduzido para um auditório, e em seguida para uma pequena sala onde preenchi algumas folhas. Logo após, fui entrevistado pela psicóloga e então dispensado.




Fui ao banheiro, e logo depois procurei pela chave da moto, na mochila. Não encontrei. Procurei de novo; nada. Tá, então procurei várias vezes, freneticamente, mas sem nenhum resultado. Fui até o porteiro e perguntei se alguém a tinha encontrado. Com resposta negativa, voltei até as salas onde tinha estado.

Era 10h30 da manhã, e eu corri ao estacionamento pra ver se ela tinha ficado pelo caminho e se, na melhor das hipóteses, conferir se a minha moto ainda estava lá. A moto estava, mas nada de chave. A partir daí começou a tortura. Houve uma certa mobilização de alguns funcionários da empresa, mas todas as tentativas eram em vão. Revistamos os jardins, debaixo dos carros, perguntamos aos zeladores, mas nada.

Perguntei pra moça que havia me atendido, pra saber se ela não a tinha levado por engano. Em vão. Houve um momento em que todos desistiram de me ajudar, mas eu não tinha o que fazer: ou encontrava a chave, ou não tinha como sair. E o meu medo maior era que alguém a encontrasse e saísse com minha moto. Não havia mais onde procurar. Liguei pra minha chefe, pra avisar o que estava acontecendo, e que não poderia bater o cartão-ponto no horário. Liguei então pra minha tia, pra que ela, junto a minha irmã, fosse até a minha casa buscar a chave reserva.

Era 11h30. Na empresa, todos foram ao refeitório almoçar. Este ficava bem em frente ao estacionamento, e tinha uma enorme área de jogos. E eu estava ali perto, sentado, sozinho, com fome... só pedindo a Deus pra que tudo acabasse bem. De quando em quando eu dava mais algumas voltas pra tentar encontrar a bendita, mas nada. E ela era grande, não tinha como ninguém a ter visto.

12h00... 12h30... 13h00 De quando em quando passava alguém e me perguntava: "Ainda não achou?' E eu com aquela cara de... sei lá o que. Um funcionário bem simpático vinha sempre conversar comigo, dar uma animada. Ele era o zelador daquela região, e já havia me ajudado a vistoria o local. Ficava me perguntando onde ela poderia ter ido parar, se até o cestinho do banheiro virei de cabeça pra baixo em busca da dita cuja.

Foi quando tivesse uma ideia quase que salvadora: na sala de entrevistas, tinha um rapaz comigo. E se ele tivesse pego minha chave por engano?

Voltei correndo até a administração, e chamei pela moça do RH. Ela estava em horário de almoço. Perguntei se tinha como ela ligar pra ele, só pra tirar as minha dúvidas. Ela disse que "agora, agooora, não tem como... mas depois eu ligo pra ele e pergunto". Fiz uma cara de agradecido, e disse que estaria aguardando com esperança.

Meu estômago estava quase se autodigerindo, e minha cabeça voava em meio a pensamentos: teria que trocar a trava da moto, encontrar uma pessoa amiga que quisesse fazer isso comigo, pensava no medo que viveria sem saber quem detinha aquela chave, e coisas do tipo. Em meio a isso, orava a Deus e pedia por uma solução.

Era 13h30. Não havia mais onde procurar (havia percorrido aqueles 100 mts umas 20 vezes). Pensei: onde pode estar essa chave? Com quem?? mAS ESSA CHAVE AINDA VAI APARECER. AH, VAI. EM NOME DE JESUS.

De repente, o zelador do pátio vem sorrindo, e vi ao longe alguem fazer um sinal. Um rapaz que havia acabado de almoçar, e estava encostado no vestiário disse que alguém encontrou uma chave. O zelador disse: "Vem, vamos atrás do homem". Na hora me veio um sorriso. (Obrigado Jesus!). Fomos encontrar o homem, do qual nem me recordo o nome, na área de jogos, jogando truco. Com indiferença, disse que tinha encontrado uma chave e que estava na mesa dele. Acho que ele nem chegou a olhar pro meu rosto, só pro baralho em sua mão. Alguém foi correndo lá buscar a chave e... era ela mesma!!




Pô, porque ele não entregou para a recepcionista, ou para o porteiro??



Nesse mesmo instante, me lembro que alguém me perguntou: você não quer almoçar antes de ir embora?


0.o


Não, obrigado. Fui até a moto, fiz um elogio a ela. Montei e sai. No portão, encontrei minha tia que vinha chegando com as chaves reservas.

TDA

Caí de moto, ontem!!

Tava começando a chover, e quando eu fui entrar na rotatória.. não vi mais nada, somente a moto e eu deslizando pelo chão. Quando começa a chover é o momento mais crítico, é a hora em que a poeira começa a se soltar do chão... e aquele asfaldo da Universidade parece um sabão.

Minha maior preocupação era com a moto... imaginei ela toda esfolada...

Resultado: algumas escoriações leves na perna e braço direito, e dois dias de atestado.

Ah, a moto não estragou não. Coisa leve.

Estou bem, agora.

25 de set de 2009

Hipossuficiência não, justiça!

Yes, já estava começando a desconfiar da força do Procon!

Hoje estive lá pra resolver um probleminha: minha irmã faz um curso de Informática, e minha mãe já terminou de pagar as dez prestações. Só que o conteúdo ainda não terminou, e eles enviaram mais um carnezinho com quatro prestações adicionais.

Já havia ido lá na empresa, já havia ligado pra conversar, mas tudo foi em vão.

No Procon, o cara q me atendeu logo entendeu a situação, e então ligou pra empresa. Após uma longa conversa, e muitas explicações, finalmente o gerente entendeu (ou foi forçado a) que isso de cobrar prestações a mais é abusivo. Ora, a parte deles (a contraprestação = ensinar todo o conteúdo) deve ser cumprida, assim como a nossa já foi.

E olha que praticamente tudo q o cara do Procon falou pra ele, eu mesmo já havia falado. Dei uma bela duma gargalhada quando o gerente teve de admitir que não deveria cobrar mais nada, e ainda ficou pedindo pra q seu nome não fosse sujo.

Conclusão: não vamos pagar nada a mais, e a empresa ainda vai ter seu "contratinho" reformado pelo atendente do Procon que gentilmente se ofereceu para ajudá-los a torná-lo mais claro e justo pra ambas as partes, para q ninguém mais venha a ficar no prejuízo. Penso que todos saíram ganhando; mas a sensação de vitória que tive foi indescritível.

Nada como a justiça.

Como diz aquela música chata: "a minha vitória hoje te sabor de mel"

Ah, mel não... eu gosto mesmo é de lasanha. Nossa, estou muito satisafeito, e é nessas horas que me orgulho de estudar Direito.

então, A MINHA VITÓRIA HOJE TEM SABOR DE LASANHA!!!

vAI??

23 de set de 2009

O primeiro juiz cego do Brasil

"O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa na noite de hoje, (em 17/07/2009) em Curitiba, da solenidade do 33º aniversário de instalação do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, quando será confirmada a posse do desembargador Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, o primeiro juiz cego da história do Brasil. “ É um momento auspicioso para a democracia brasileira, para o Judiciário, no qual a diversidade é respeitada. É a realização de um sonho de 20 anos”, afirma o novo desembargador, nomeado no último dia 16 de julho por Lula.

Escolhido por meio de uma lista tríplice apresentada pelo tribunal, Fonseca recorda que já se passaram 20 anos desde que foi impedido de participar de um concurso na magistratura em São Paulo por causa de sua deficiência visual. Nesse período, construiu um extenso currículo. “Não pense que foi fácil", diz o desembargador, acrescentando que o ser humano tem a capacidade "divina de superar limitações e desenvolver métodos próprios para lidar com suas deficiências."

Fonseca le repete sua história sempre com entusiasmo, sem disfarçar o orgulho que sente por tudo que conquistou na vida. Casado e pai de duas filhas, ele conta que está se preparando para desempenhar as novas funções. “Estou montando minha equipe de assessores. Estou sendo muito bem recebido." As páginas de cada processo serão analisadas com o auxílio de assessores, que farão a leitura para que ele possa ouvir e julgar. “Não aprendi braile por ter perdido a visão já na fase adulta.”

Fonseca tem 50 anos e nasceu em São Paulo, aos seis meses de gestação. “Por causa do nascimento prematuro, tive sequelas, como a baixa visão e paralisia cerebral nos membros inferiores. Apesar de tudo, consegui viver uma infância normal, estudei e brinquei muito nas ruas.”

Para se preparar para o vestibular, estudou ouvindo as perguntas gravadas e escrevendo as respostas. Ingressou no curso de direito do Largo São Francisco e quando estava no terceiro ano perdeu o pouco da visão que tinha. Depois, fez mestrado e doutorado. Em 1991, fez concurso para o Ministério Publico, em São Paulo, e obteve o sexto lugar entre 4,5 mil candidatos. No MP, exerceu a função de procurador durante 18 anos."(Agência Brasil)

Melô do crente (só pra descontrair)

Melô da Metafísica
Como eu nasci? Como cheguei aqui? Para onde vou?...
(André Valadão)

Melô da Declaração do Imposto de Renda
Restitui, eu quero de volta o que é meu...
(Restitui - Apascenta de Nova Iguaçu)

Melô do 'estalo'
Eu queria estalá, se eu pudesse estalá...
(Eu queria estar lá - Cassiane)

Melô do gato
Então minhau' ma canta a ti senhor...
(Grandioso és tu)

Melô do individado
Não posso pagaaaaarrr... Não posso pagaaaaar... Tudo o q eu faço é tão pouco...
(Não posso pagar - André Valadão)

Melô da amnésia (e outro da Metafísica)
Quem eu sou? Quem tu és? Quem tu queres que eu seja?
(Filhos do Homem)

Melô do esquizofrêncio
Quando estou em tua presença..
Da vontade de pular...
Da vontade de dançar...
Da vontade de gritar...
Da vontade de correr...
(Diante de Ti - Quatro por Um)

Melô da loira crente
Se tu olhares, Senhor, pra dentro de mim, nada encontrarás...
(Preciso de ti - Diante do Trono)

Melô do guloso
Como um farol que brilha a noite
Como ponte sobre as águas
Como abrigo no deserto
Como flecha que acerta o alvo....
(Aline Barros)

Melô do bonecão de posto
O vento sopra e me balança pra lá e pra cá, mas eu não caiu não, nem saio do lugar.

Melô da chapinha
Quando a tempestade vem, quando a tempestade vem, tudo se "transformaaaa"
(Quando a tempestade vem - Diante do Trono)

Melô do caminhão do vô
Caminhão do vô, para canaã...

Melô do papa anjo
Tu és a minha coroa...
(Diante do Trono)

Melô do celular no vibracall
Quando sinto teu toque, tudo em mim estremece...
(Clamor pelas nações)

Melô do mosquito
Senhor faz zum- zum...
(Faz nos um - Diante do Trono)

Só os da *Metafísica são de minha autoria.. se é que entendi o siginificado filosófico de metafísica... me perdoem a brincadeira.

18 de set de 2009

Hj paguei o seguro obrigatório e o licenciamento da moto. Quase 300 reais. Mas vale a pena, tem sido uma benção na minha vida.

Já faz pouco mais de um mês que estou com ela, e não ando mais de ônibus. É outra vida; sensação de independência e liberdade.

Nesse primeiro mês, vale a pena registrar para lembrar: os primeiros riscos, os primeiros sustos com o fim do combustível, a primeira queda (só a moto caiu), minha mãe superando o medo de andar comigo (e minha irmã tbm)... mas agora já estou me acostumando a ela, confio q posso suportar seu peso, e já manobro com mais destreza. Já não tenho tanto medo, e isso pode ser perigoso. Quando passamos a pensar que somos bons o suficiente para não errar, aí é que vem o erro. Espero que não seja multado por passar no sinal amarelo hj pela manhã. Na verdade, estava quase vermelho, e lá fui eu. E o local cheio de câmeras... aiaiai...

Como diz uma faixa que algumas pessoas colocam em seus carros: "Visite Maringá, e ganhe uma multa." Tem q ter cuidado, muito cuidado.

Preciso ir, to com muita pressa... fui... não, não vou sair voando de moto por aí... olha lá, hein!

17 de set de 2009

Como quebrar um braço

Sabe aquela história da criança que se apaixona por sua professora, né...


E se eu me apaixonar pela minha médica??? O que fazer??


É que ela é tão legal... tão atenciosa, cativante, bonita, inteligente, e ... ahhhhh, sei lá, especial...


Um amigo me disse que eu estou com a síndrome de Münchausen, que quero ficar doente só pra receber a atenção dela... tá, acho que não chega a tanto..


Além do mais, acho que paixão é algo que vai além disso... mas quem pode realmente fixar os limites do que é uma paixão ou um amor? Como responder a esta pergunta se eu não sei o que é realmente estar apaixonado (na verdade, não sei se sei)? Pensando bem, acho que até sei o que é estar apaixonado, ou pelo menos tenho uma idéia. É algo muito grande; mas penso que não terei dúvidas quanto ao sentimento quando ele finalmente chegar.


Por enquanto, deixe eu ficar meio abobado com esse sentimento que, no fundo, não deve ser amor... e se for paixão, há de ser bem passageira.... e se não for, o tempo há de dizê-lo.

9 de set de 2009

Revolucionários 2009: INFLAMADOS

"O fogo arderá continuamente sobre o altar; não se apagará." Lv 6.13

Que acampa 10!! As circinstâncias desfavoráveis não pudeam impedir o agir de Deus, não puderam impedir a comunhão entre os irmãos. Já podemos sentir aquela saudade, e aquela vontade de que chegue logo o próximo.

Muitas coisas boas vão ficar na memória...não há quem não tenha histórias pra contar. Agora até que já estou um pouco melhor, mas a overdose de volei me deixou quase imobilizado, ontem. Minhas panturrilhas nunca doeram tanto!! Essa mesma overdose me fez urinar avermelhado lá, no domingo, e por um momento pensei que o retiro poderia ter acabado pra mim. Mas fiquei calmo, tratei de me hidratar ao máximo e confiar em Deus... no fim, deu tudo certo.

Coisas que ficarão na memória: os novos amigos, as brincadeiras, as fotos, os vídeos, e o fogo de Deus. Ah, claro, e o Pavão!!

Esse é o Pavão, nosso amigo e mascote. Bons momentos, em Pavão!
Companhia na hora da refeição.


Por falar em comida, olha só! O Gordinho da calça rosa!
Ele detona; muito gente fina!!


Cara, essa salada com goiaba estava boa demais!! No geral, as refeições agradaram muito.


Aqui a apresentação do Kim e da Érica. Benção.


Nosso quarto. Requião + Grevíleas (Jéh)


Acampamento sabe como é que é, né... não, eu não tomo banho com margarina...


Aqui, o pôr-do-sol no local. Incrível, a sensação de estar realmente longe de tudo, mesmo estando tão perto. Espero que cenas como esta se repita muitas e muitas vezes, e que sempre haja a expectativa do próximo.Aqui a nossa galera! Valeu povo!


Nossos vídeos:









8 de set de 2009

Paineiras II










As painas finalmente se abriram (e eu nem sabia q isso acontecia!), e as paineiras estão proporcionando um espetáculo bonito de se ver. Difícil de se limpar, mas tudo bem!!